quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Idéias diferentes...contrariando as dominantes


Jotacê DG: cultura de rua trazendo idéias diferentes




Rapper Jotacê DG (na foto, à direita), lança seu novo trabalho "Idéias diferentes...contrariando as dominantes".


A riquíssima cena do rap de Santa Maria/RS vai contar em breve com o lançamento de mais um fruto, que é o trabalho do rapper Jotacê DG intitulado Idéias diferentes...contrariando as dominantes. Uma amostra do novo álbum do rapper, que é morador do bairro Tancredo Neves e já está na estrada desde 1998, pode ser conferida no sítio www.myspace.com/jotacedg.


O artista procura fazer um trabalho que tenha a sua marca própria sem abandonar o que considera o principal objetivo do rap, que é a crítica social. O novo álbum conta com participações de Felipe Emepê e Krioulu MZ, integrandes da ex-banda do artista Fortes Mentes, além da participação mais do que especial de seu filho pequeno Gustavo, na faixa Um sonho. O álbum é um trabalho independente e ainda espera patrocínio para ser lançado.


A Cultura de Rua de Santa Maria/RS lutando por espaço

Jotacê DG é mais um guerreiro do Hip Hop de Santa Maria/RS que luta por um espaço para exibir seu trabalho. Ele mesmo cita o nome de vários outros irmãos que também estão na batalha para mostrar suas produções: Dj Buiu, Suspeito Nº1, Mano B, CZO, Janna, R.D.R, Fortes Mentes, AMR, Rajada Verbal, Herdeiros da Fé e Guerrilheiros da Perifa são alguns dos principais grupos de rap da cidade. Também existem B.boys (os brake boys, garotos que dançam), as crews de grafiteiros (grafite são os desenhos nas paredes) e os DJ's, que compõem os quatro elementos da Cultura Hip Hop, que ainda sofrem muito preconceito por ser uma cultura da rua, da periferia.

Caminhos encontrados pelo rap
União Santamariense de Rua: Na última Feira do Cooperativismo, realizada neste ano de 2008, da união de grupos de rap da cidade surgiu a primeira coletânea de rap de Santa Maria/RS. O grupo quebrou barreiras lançando pela primeira vez o produto CD numa Feira de Economia Popular Solidária. Além de Jotacê DG, CZO, Janna, Suspeito nº1, AMR, Krioulu MZ e Rajada Verbal participaram.


Mercado paralelo: Já rappers como DJ Buiu encontraram o caminho dos camelôs como uma alternativa para vender seus trabalhos. Ele "pirateia" suas próprias produções, distribuindo-as para serem revendidas pelos vendedores ambulantes. É a cultura de rua encontrando um mercado paralelo para se afirmar.



O Hip Hop é uma cultura da periferia que ainda sofre muito preconceito


Rappers reunidos: alternativas de espaço tem sido debatidas pela "rapa" do Hip Hop.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Fim do passe livre. A gente pula a roleta?

video
Assista o vídeo da galera do Espírito Santo que barrou o aumento das passagens em 2005



Os patrões das empresas de ônibus de Santa Maria/RS estão aprontando um presentaço de grego para a galera neste Natal. Conseguiram aprovar na justiça o fim do passe livre. Se a decisão entrar em vigor, pode ser que já não tenha passe livre agora no Natal.

Existem milhares de famílias nesta cidade que esperam o dia do passe livre para visitar parentes e amigos, pois se tivessem que pagar passagem de ida e volta, faltaria para a comida em suas casas no dia seguinte.

Essa decisão ainda pode mudar, se a galera protestar. E você o que acha? Deixe seu comentário!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Parabéns à banda do Maneco!


Na foto, extraída do sítio do Kzuka, Banda do Maneco ensaia no pátio da escola.



Parabéns aos jovens da banda da escola Manoel Ribas, mais conhecida como Banda do Maneco.


Por causa de seu empenho e trabalho coletivo, se sagraram no último domingo (07/12) vice-campeões do 12º Concurso Estadual de Bandas do Rio Grande do Sul.


Foi preciso muito trabalho para chegar lá. A galera se puxou fazendo pedágios e vendendo canetas para conseguir participar do evento.


Espero que o trabalho dessa juventude seja mais valorizado pelo poder público. São estudantes de escola pública que desenvolvem um projeto cultural que já tem mais de 50 anos, levando o nome de Santa Maria e da escola do Maneco para o estado.
Fonte: colaboração de Maria Luciane Braga, ex-integrante da banda, que divulgou o feito no Diário de Santa Maria de 12/12/08.




Se liga poder público: já tá mais do que na hora de investir nessa galera e em projetos culturais como esse, que desenvolvam as potencialidades da juventude!

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Para aqueles que vivem

Manifestação dos movimentos sociais em Santa Maria/RS (1º de maio de 2008)



Eu estava me lembrando, aqui com os meus botões, que faz três anos que estudantes dos cursinhos populares Práxis e Alternativa conquistaram o direito de usar meia-passagem. Para quem não sabe, os cursinhos populares preparam estudantes pobres para o vestibular em Santa Maria/RS. Mas por que eu estava me lembrando disso? Por que eu queria falar da importância da participação das pessoas nas tomadas de decisão. Quero ter um dedinho de prosa com todos aqueles que vivem aqui nesta cidade e em todo o país e mundo.


Estamos num país tremendamente injusto. A riqueza, a terra, a educação são bens de poucos. Para poucos. A universidade é para poucos. Os professores mal-remunerados. As escolas sucateadas.


Acho que não falei nenhuma novidade. Mas espere um pouco. O problema é: se todos sabemos isso, por que muitos fingem que não são responsáveis?


Nós estamos neste país. Fazemos parte dessa enorme injustiça. Portanto, ela também nos diz respeito.

Mas o que temos feito para mudá-la? Na nossa prática cotidiana? Na escola, na universidade, no bairro?

Não sou daqueles que acha que cada um no seu "pequeno mundo" vai tornar as coisas melhores. Eu acredito nas organizações coletivas. Se você está na escola, na fábrica, na sua comunidade, não se omita.


Não diga que não tem tempo.


Não é por que você se nega a tomar parte dessas decisões que elas não vão ser tomadas. A diferença é que você não vai participar. E você faz toda a diferença.


Este texto é dedicado a todos aqueles que "acham tempo" de se revoltar. É dedicado a todos os professores que entraram em greve aqui no estado do Rio Grande do Sul, mesmo ameaçados de corte de ponto. A todos os estudantes que protestaram contra o aumento das passagens recentemente aqui em Santa Maria. E àqueles jovens que foram lá no Conselho Municipal dos Transportes, há três anos atrás, reivindicar meia-passagem para os estudantes dos cursinhos. A eles e a muitos outros.



Também é dedicado a todos os outros que se omitem, mas que no fundo queriam estar na luta também. Atenção. Lutar também é educar. Lutar também é trabalhar. Lutar faz parte da vida. Não se educa só na sala de aula, seja como aluno, seja como professor. Não se trabalha só sendo um bom profissional. Se educa/aprende/trabalha/vive na greve, na manifestação, na assembléia.


Saudações a quem tem coragem. E a quem está aprendendo a ter.

domingo, 7 de dezembro de 2008

Saudações aos internautas!

A chapa tá esquentando...


Aguarde.

Em breve.